Entre Parentes
Open Panel
Shirley

Entre Parentes

Parece sem sentido o ato voluntário de escrever. Escrever a quem e para quê? Escrever aos parentes para falar de um mundo amplo, tão amplo que não cabe nos olhos vivos, languidamente desenhados, tristemente desviados. Escrever com gosto, com cheiro forte, sobre um diálogo apimentado em um espaço vasto, tão vasto que arrodeia toda a nossa existência e, se deixarmos, pode mesmo nos engolir como aquele peixe grande.

 

EM RORAIMA, RESPONSABILIDADE SOCIAL TEM IDENTIDADE.

Luiz Brito é um homem inconformado. Usa esse inconformismo para transformar-se, e a tudo ao seu redor, continuamente. Carrega no semblante a altivez daqueles que descobriram, muito cedo, as coisas valiosas da vida e, com hombridade, serenidade e a humildade de um grande sábio, transmite esses valores a todos. Fé, família, amizade, respeito, cordialidade, responsabilidade, são muitas as qualidades que este homem carrega e que lhe dão a energia para sonhar com um mundo melhor e, ao mesmo tempo, lhe garantem a paz de espírito que deve ter a pessoa comum, a pessoa de bem.

COMO NASCE UM LÍDER.

A vida lhe brindou com muitos desafios, que, um a um, foram minuciosamente batalhados e gloriosamente vencidos. Uma criança se fez jovem e se fez homem por completo. É como plantar em uma grande extensão e, já estando no meio, com um certo tempo corrido, olha-se para trás e já se veem os frutos madurando; olha-se para frente e ainda há muita terra fértil, tempo, forças; então, volta-se a semear. Não mais só sonho, muito menos poético ou romântico, mas atitude, empenho e trabalho.  Podemos ver e sentir o que o sonho pode fazer na vida de um sonhador e contagiar.

TENDO O SABER, A FORÇA VEM DA JUVENTUDE

Monaliza Ribeiro é uma liderança jovem, muito empenhada no comunitário. Macuxi da comunidade Guariba, em Amajari, é coordenadora regional da Organização dos Professores Indígenas de Roraima - OPIRR. Ensina e dirige a escola da comunidade, Escola Tuxaua Manoel Horácio. A parente lidera, junto com Enoc Tenente e Paulo Barroso,  o Encontro Regional dos Jovens Indígenas do Amajari, já caminhando para a terceira edição. É formanda em Gestão Territorial Indígena, pelo Insikiran/UFRR, e estuda biologia na UERR. Monaliza tem um povo e ajuda a cuidar dele.

MUITO ALÉM DO 'EU JÁ FAÇO A MINHA PARTE!'

Hoje, o Grupo LB Construções, idealizado e presidido por Luiz Brito, é a cara da responsabilidade social. A ligação entre o criador e a coisa criada deixa claro, como em um mapa, todos os caminhos percorridos para se chegar nesta, que é uma condição pretendida por muitas empresas e empresários, mas, que só consegue quem segue passos simples, como o compromisso com as pessoas em todas as suas ações. É extensa a plataforma do Grupo LB Construções com a responsabilidade social, ambiental e, sobretudo, com o bem estar da coletividade. São 25 anos de ações continuadas. Nessa trajetória, podemos montar um portfólio de ótimos produtos, que vão do compromisso com a qualidade na prestação de serviços à valorização do trabalhador. O que muitos pensam ser o diferencial, a LB Construções tem como fundamental; atitudes pró-ativas no social, na arte, na cultura, na educação, no esporte e, por que não resumir, no cuidado com o futuro!

OS RESULTADOS E OS PROJETOS

O encontro de duas ou mais pessoas trabalhadoras gera trabalho. E foi assim que ARTE BANANEIRA, a mini empresa, foi apresentada em Brasília, em 2013, como o projeto pioneiro dos indígenas de Roraima. Era a comunidade Guariba, de Amajari, que estava lá. Foram 3 meses de capacitação e prática, quando a Professora Monaliza, seus 28 alunos e toda a comunidade do Guariba viram no projeto uma alternativa viável; o que motivou todas as gerações. Monaliza é voluntária na Junior Achievement. No dia a dia, trabalha e estuda, enquanto prepara mais 4 comunidades para receber o projeto. Esta parceria é pelo povo. É para os parentes.  

Obras