Entre Parentes
Open Panel
Shirley

Entre Parentes

Parece sem sentido o ato voluntário de escrever. Escrever a quem e para quê? Escrever aos parentes para falar de um mundo amplo, tão amplo que não cabe nos olhos vivos, languidamente desenhados, tristemente desviados. Escrever com gosto, com cheiro forte, sobre um diálogo apimentado em um espaço vasto, tão vasto que arrodeia toda a nossa existência e, se deixarmos, pode mesmo nos engolir como aquele peixe grande.

 

QUANDO ESTAMOS ENTRE OS PARENTES

Durante uma grande mobilização para os projetos do movimento, Monaliza Ribeiro encontra na LB Construções algo mais do que apoio. Luiz Brito lhe apresenta a Junior Achievement, escola de empreendedorismo para jovens.   Monaliza voluntaria-se e coordena, na comunidade Guariba, a primeira turma dos cursos e a mini empresa. Destacamos o pioneirismo de Guariba como a primeira comunidade indígena no Brasil a ser atendida pela Junior Achievement, então dirigida por Luiz Brito.

É TÃO VASTO O SENTIDO DE TUDO

veado vermelho

É tão vasto o sentido de tudo, que, a mim, me sobra pouca compreensão. É tão veloz o tempo do mundo, que minha rede de descanso anda triste e sem sentido. Eu quero te mostrar esse bichinho que ainda não conhece e, então, irá me dizer se não é bom vê-lo solto, livre e maravilhoso. 

Ao redor do mundo tem diálogo acontecendo entre parentes. Nós, também, mandamos nossa voz até a última ponta dessa linha, onde tudo se dissipa e vem o grande silêncio do fim.

A CARA DIANTE DA VERDADE

prato

Alguém disse, há algum tempo, sobre atuarmos no lusco-fusco. Sabe-se lá o que isso quererá simbolizar! O poema acima é a identidade da nossa forma de se comunicar; a cara diante da verdade. 

Leia mais: A CARA DIANTE DA VERDADE

É DOCE ESSE VENENO BARATO DA CIDADE

ensinado a viver

Terreiros se expandiram, caminhos se juntaram. Estamos entre parentes, mas precisamos retirar os pedintes das ruas e levá-los a encontrar a panela que lhes foi tirada e, junto, o sonho, a esperança e a floresta pra descansar. 

Leia mais: É DOCE ESSE VENENO BARATO DA CIDADE

O que pensa o parente?

É fascinante o mundo da descoberta, talvez melhor que a descoberta do mundo. É mágico o descobrir. Doi menos que o ser descoberto.

Lá vou eu com meu cabelo de índio nestas ladeiras de serras e ruas. Lá vem você com sua pele de índio, coberta, porque nunca esteve nua.

Obras