Home
Open Panel
Shirley

Em menos de 10 dias de teletrabalho, mais de mil sentenças e quase duas mil decisões judiciais são emitidas pelo TJRR

Mais de 80 videoconferências foram realizadas, além das audiências de conciliação que estão sendo promovidas por aplicativo de mensagens
Mais de 80 videoconferências foram realizadas, além das audiências de conciliação que estão sendo promovidas por aplicativo de mensagens

O teletrabalho no TJRR (Tribunal de Justiça de Roraima) vem sendo utilizado por magistrados e servidores para garantir que a tramitação de processos e o atendimento da população não seja prejudicado nesse período de medidas emergenciais de proteção contra o novo coronavírus (Covid-19). E em menos de 10 dias de trabalho já superou as expectativas da gestão.

Ao todo, em menos de 10 dias de teletrabalho, foram realizadas 82 audiências por videoconferência; proferidas 1.004 sentenças e 1.854 decisões; emitidos 2.003 despachos e 1.172 conflitos encerrados definitivamente. Isso corresponde ao aumento de 20% na emissão de sentenças em comparação à rotina normal de trabalho no Judiciário de Roraima, e o resultado geral do incremento de 17% da produtividade com as equipes atuando em teletrabalho.

Para o presidente do TJRR, desembargador Mozarildo Cavalcanti, esses resultados são provas de que todos os investimentos que esta gestão e as anteriores fizeram em tecnologia foram necessários, e que as equipes do Poder Judiciário de Roraima, compostas por magistrados, servidores, além de terceirizados e estagiários, representam um recurso humano maduro e dedicado para atender às demandas da sociedade em qualquer tipo de situação.

“Nossa realidade é que somos um tribunal totalmente digital, com equipes capacitadas e suporte tecnológico o mais atualizado possível para oferecer o melhor atendimento à população; e, com isso, ainda conseguimos aumentar a produtividade, mesmo enfrentando momentos de crise que necessitam de adaptação”, destacou.

Leia mais...

Marleide Cavalcanti